Cuidado com a familia diante de mudanças constantes

E-mail Imprimir PDF

1.      Trabalhamos em um contexto de inúmeras viagens e mudanças constantes no ministério, o que deve ser quase geral para muitos missionários. Como deve ser o cuidado com a família em tal contexto? (Equipe missionária – Ásia central)

Queridos irmãos da Equipe Missionária - Ásia Central (29.04.2011)

Vocês nos trazem uma questão importante e crucial para a família missionária. Não fica claro, na pergunta de vocês, se é apenas um casal, ou se a família tem filhos pequenos, adolescentes ou adultos, assim sendo pensemos de uma maneira mais abrangente.

É crucial que algumas rotinas sejam estabelecidas. Primeiramente em relação à vida devocional e/ou eclesiástica:

- um horário todos os dias para um breve culto doméstico (mesmo sem a presença de um dos pais por causa de viagens etc);

- se no campo não houver igreja estabelecida, seria relevante que a família se reunisse dominicalmente para um momento de culto, com cânticos, oração e estudo da Palavra. Deve ser um horário cumprido com rigor, para que não se caia no erro de procrastinar, adiar ou cancelar.

- se houver a possibilidade de reunir-se com outra família para juntos adorarem seria de grande valor.

Em relação à vida conjugal:

- o casal deve estabelecer um horário para que as crianças vão para a cama todos os dias. Dessa maneira, os dois terão um tempo sozinhos, sem a preocupação constante com os filhos.

- se surgir um momento de crise, em que a conversa a dois seja insuficiente para resolver, o casal deve buscar aconselhamento. Se não estiver disponível essa opção no campo, e não for tempo de retorno, uma maneira seria fazer o aconselhamento via skype, com alguém qualificado para isso.

- obviamente sempre é bem-vinda a leitura de bons livros sobre vida conjugal.

- pelo menos uma vez por mês, seria aconselhável que os dois programassem uma saída a sós, a um ambiente diferente.

Em relação à vida acadêmica dos filhos:

Quase sempre haverá questões relacionadas à Língua Materna, segunda e até terceira Língua. Entretanto, algumas providências devem ser tomadas. Filhos em idade escolar sofrem com as constantes mudanças, por isso pais que atuam num tipo de ministério muito itinerante devem atentar para esse importante aspecto, em que não há absolutos. Alguns cuidados devem ser observados:

- que os filhos permaneçam na mesma escola pelo menos por um ano letivo completo;

- quando possível, que se busque opções de escola num idioma já dominado pela criança;

- se não houver maneiras de se frequentar uma escola convencional, a mãe pode assumir o home school. Várias instituições oferecem esse serviço.

- outra opção é o regime de internato: crianças que ficam em escolas para filhos de missionários no período escolar.

Em relação ao convívio com os filhos e saúde emocional:

- mesmo num contexto de muitas viagens, o pai (ou pais) deve programar um tempo de qualidade com seus filhos. Quando estiver em casa, deve reservar um tempo com cada filho, dedicando atenção, paciência e afeto;

- respeitando as particularidades de cada faixa etária, é importante que haja um diálogo franco, em que as crianças saibam o que os pais fazem e o porquê das ausências e mudanças.

- se os pais ficarem reclamando, junto às crianças e entre si, dessas ausências e mudanças, elas terão uma péssima impressão do que é ser um missionário. Cautela e diligência são fundamentais.

Última atualização em Seg, 19 de Setembro de 2011 15:31

PageViews (Visitação)

14 de dezembro de 2014

Páginas acessadas: 2.835.416
Hits: 11.754.236

Desde 12 de novembro de 2005

Visitantes

You are here Início