Sintomas da depressão e possíveis cuidados

E-mail Imprimir PDF

Quais são os principais sintomas de depressão que podemos observar, e quais cuidados mais imediatos devem ser considerados? (Anônimo)

O diagnóstico da depressão ou episódio depressivo requer a presença de pelo menos cinco dos sintomas listados a seguir por um período de duas semanas, minimamente.

Sintomas característicos da depressão são o humor triste ou a diminuição do interesse ou prazer, além das características a seguir:

• marcante perda de interesse ou prazer em atividades que normalmente são agradáveis;

• diminuição ou aumento do apetite com perda ou ganho de peso (5% ou mais do peso corporal, no último mês);

• insônia ou hipersonia;

• agitação ou retardo psicomotor;

• fadiga ou perda da energia;

• sentimentos de desesperança, culpa excessiva ou inadequada;

• diminuição da capacidade de pensar e de se concentrar ou indecisão;

• pensamentos recorrentes de morte (sem ser apenas medo de morrer), ideação suicida recorrente sem um plano específico ou uma tentativa de suicídio ou um plano específico de suicídio.

A prescrição dos recursos terapêuticos sempre dependerá da gravidade e da especificidade de cada caso. O tratamento de episódio depressivo tende a se estender por pelo menos seis meses, período esse em que a pessoa fica bastante fragilizada acompanhamento terapêutico. Os tratamentos depressão devem incluir a psicoterapia como suporte emocional simultaneamente com os psicofármacos prescritos pelo psiquiatra. Muitas vezes são prescritos medicamentos para o tratamento da insônia e sintomas ansioso até que  antidepressivos façam efeito após duas semanas de início do tratamento.

Conversar com a pessoa e saber dela se entende que a depressão está associada ao ambiente de trabalho e acolher sua decisão quanto a se afastar ou não para tratamento verificando os pós e os contras para pessoa principalmente e para a equipe.

Orientar os familiares do paciente, assim como os colegas de trabalho, sobre como lidar com a situação da doença do paciente, especialmente  visando o reconhecimentos social caracterizado pelo excesso de angústia, comprometendo exatamente a capacidade de trabalhar.

Muitas pessoas não sabem que a depressão de fato é uma doença. Quando os colegas de equipe e familiares não têm esse conhecimento, acabam piorando a situação, pois falam para a pessoa reagir, como se ela estivesse fazendo corpo mole. Cuidado! Pois esse tipo de apoio pode piorar o estado do paciente. É necessário que o "conselheiro saiba respeitar o tempo de cada pessoa tanto para reconhecer uma dificuldade, quanto para agir em direção a alguma mudança". (Carrenho, 2007, pág. 62)

Verificar junto com a mulher com os sintomas de depressão se está tendo dificuldades de se adaptar ao climatério, ou à fase da menopausa.

A prevenção dos episódios depressivos relacionados ao trabalho consiste, basicamente, na vigilância dos ambientes, das condições de trabalho e dos efeitos ou danos à saúde.

No link abaixo poderão ser encontrados alimentos que podem ajudar na prevenção  da depressão

Livro indicado: Depressão, de Esther Carrenho, 2007.

http://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/13084-12-alimentos-para-combater-a-depressao

PageViews (Visitação)

14 de dezembro de 2014

Páginas acessadas: 2.835.416
Hits: 11.754.236

Desde 12 de novembro de 2005

Visitantes

You are here Consultorias Consultoria Online Cuidado Missionário & Vida Cristã Sintomas da depressão e possíveis cuidados