A identidade social do homem brasileiro e suas implicações para a evangelização e pastoreio

Neste capítulo tenciono expor alguns marcadores da identidade social do homem brasileiro e propor associações com os processos de evangelização e pastoreio do mesmo, pressupondo que o conhecimento do homem em seu determinado contexto coopera para a construção de uma comunicação hábil, viável e fértil.   O homem, sociologicamente, é um ser composto. Isto significa… Continuar lendo A identidade social do homem brasileiro e suas implicações para a evangelização e pastoreio

Método Urbanos – Ferramenta de pesquisa sociocultural urbana

A sociedade brasileira é profundamente diversificada racial e socialmente. Por outro lado possui alguns marcos definidores de sua identidade social fazendo com que o homem brasileiro possua elementos unificadores de forma geral, mesmo em agrupamentos distintos como os urbanos, suburbanos e rurais. Já as sociedades tribais indígenas são únicas e freqüentemente distintas lingüística e culturalmente… Continuar lendo Método Urbanos – Ferramenta de pesquisa sociocultural urbana

Conceituando a Antropologia, a Cultura e o Homem.

O objetivo deste capítulo é introduzirmos antropologia como ciência social, a partir dos seus próprios conceitos, assim como os da cultura e do homem, constituindo – estes três (a antropologia, a cultura e o homem) – os focos principais. O que temos praticamente aqui são três níveis de estudo onde antropologia se vê como um… Continuar lendo Conceituando a Antropologia, a Cultura e o Homem.

Os Padrões Ético, Êmico e Êmico-Teológico

A Etnologia é normalmente estudada como um ramo antropológico que está ligado às formulações da identidade cultural de um segmento ou agrupamento[1]. Usando-a como ponto de partida para a avaliação cultural sugerimos três distintas formas de abordar o homem e suas interações, ou seja, de avaliá-lo em razão do desenvolvimento de sua existência social, que… Continuar lendo Os Padrões Ético, Êmico e Êmico-Teológico

A respeito das metodologias antropológicas para o estudo cultural

Iniciaremos este capítulo discorrendo a respeito dos objetivos da Antropologia e das dificuldades dos métodos. Quanto aos objetivos da Antropologia, Boas tenta responder em sua palestra pronunciada em 1932: “Talvez possamos definir melhor o nosso objetivo como uma tentativa de compreender os passos pelos quais o homem tornou-se aquilo que é biológica, psicológica e culturalmente.”[1]… Continuar lendo A respeito das metodologias antropológicas para o estudo cultural

Métodos Antropos

O método Antropos é composto por 3 abordagens específicas. A primeira que veremos aqui recebe o mesmo nome (Antropos) e possui um foco mais etnográfico. A segunda abordagem chama-se Pneumatos e seu foco é fenomenológico. A terceira chama-se Angelos e possui um foco missiológico. Veremos que esta primeira abordagem (Antropos) é uma abordagem de pesquisa… Continuar lendo Métodos Antropos

Considerações sobre a fenomenologia religiosa

Croatto[1] apropriadamente chama nossa atenção para o fenomenólogo afirmando que este procura o significado da religiosidade humana enquanto historiador se preocupa com as evidências deixadas. A pergunta, portanto, a ser feita em uma análise fenomenológica é ‘que forças dominam em nosso meio’?[2] Se a crença de que passar embaixo de uma escada produz má sorte,… Continuar lendo Considerações sobre a fenomenologia religiosa

Quatro padrões de observação dos fenômenos religiosos

Sugiro inicialmente utilizarmos quatro observações distintas e complementares sobre um mesmo fenômeno religioso a fim de examiná-lo em termos de compreensão e aplicabilidade na comunicação intercultural. A observação Analítica Tem início na observação passiva de fatos e fenômenos religiosos dentro de um ambiente humano definido. Prevê a observação a partir da cultura objetiva, ou seja,… Continuar lendo Quatro padrões de observação dos fenômenos religiosos

Funcionalidade dos seres visíveis e invisíveis na organização social

A vida e a religiosidade que a envolve é organizada de diferentes formas em diferentes cosmovisões e estrutura. Neste ponto falaremos sobre a funcionalidade humana nesta organização. No ponto a seguir trataremos da funcionalidade dos seres invisíveis nesta organização da vida e religiosidade humana. É preciso categorizar hierarquicamente (verticalmente), se possível, ou horizontalmente se, for… Continuar lendo Funcionalidade dos seres visíveis e invisíveis na organização social

Conceitos Antropológicos de Comunicação

Já discorremos, ainda que resumidamente, sobre o entendimento relativo ao sagrado e profano, tabus e assuntos pertinentes. Agora, no entanto, devemos enfatizar a necessidade de se observar, de acordo com os padrões de categorização social e religiosa, alguns conceitos antropológicos de comunicação. Usaremos o contexto animista como exemplo para tornar a aplicação mais clara. Chamarei… Continuar lendo Conceitos Antropológicos de Comunicação